Laudo aponta que filho de casal gay morreu de causas naturais



Cerca de vinte dias após a morte de Peterson Ricardo Teixeira de Oliveira, o jovem de 14 anos agredido por colegas da escola por ser filho de um casal gay, chegam as informações do laudo do exame necroscópico, que afirmam que o garoto morreu de causar naturais.

Segundo o laudo o jovem sofria de  cardiomiopatia hipertrófica, a doença pode provocar paradas cardiorrespiratórias. “Concluímos que o periciado era portador de cardiomiopatia hipertrófica que ocasionou o quadro de tromboembolismo pulmonar que o levou a óbito, portanto, morte natural”, diz o laudo.

Peterson era filho adotivo de um casal gay e morreu em 5 de março, em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Testemunhas confirmam que Peterson foi agredido na porta da escola onde estudava, depois das agressões ele entrou para assistir aula e algumas horas depois passou mal e foi levado para o hospital onde entrou em coma e faleceu em seguida.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.