Ator pornô hetero afirma que "cunete" não é coisa de gay

James Deen é famoso por sua série de vídeos inspirados em "50 Tons de Cinza", porém numa versão pornô explicito

Ele é um puta ator pornô, deve ter comido mais bucetas do que o seu primo hétero machão, mas não tem problema em dizer que gosta de levar uma linguada no rabo. James Deen (não Dean) é famoso por suas atuações no mundo pornô hetero e a muito tempo descobriu que cunete é bom, e que você não precisa ser gay e nem se tornar um depois de receber esse delicioso estímulo.

Durante uma entrevista para o site “New Now Next”, do canal de TV Logo, ele comentou sobre a prática e disse não entender o motivo de tanta gente pensar que o beijo grego seja uma prática restrita apenas aos gays.

“Cunete é incrível, e eu não vejo como isso possa ser ‘gay’. Se o seu desejo é ter um membro do mesmo sexo lambendo sua bunda, então eu diria que isso seria ‘gay’. Eu lambo o cu de muitas mulheres e muitas delas lambem o meu o tempo todo. Não vejo onde ou como isso possa ser interpretado como [gay]. Será que eu perdi alguma coisa? Cus são exclusividade dos gays? Não, não são. Quem disse isso precisa ler imediatamente ‘Everybody Poops’ [livro infantil japonês que ensina às crianças por que todas as pessoas e animais fazem cocô; em tradução livre, o título seria algo como ‘Todo Mundo Caga].”

Claro que separamos um vídeo do Deen recebendo essa coisa cremosa que é um cunete, e até concordamos com ele, afinal, cooh todo mundo tem, e o mesmo prazer que eu tenho, os héteros também também, e claro, o que define sua sexualidade não é o que você faz na cama, mas com que gênero você faz e  o que você sente por ele.


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.