Michael Bublé sendo lindo: cantor é mais um famoso na luta contra a homofobia


Para quem não conhece Michael Bublé a dica é: ouçam.
O cantor canadense e ganhador de quatro Grammys é também o interprete de várias baladinhas românticas famosas, só de ouvir já dão até vontade de casar, mas além de super talentoso Michael Bublé é mais um famoso que apesar de hétero, também é engajado na luta contra a homofobia.

Durante uma entrevista para o portal "MatthewsPlace" o cantor contou seus motivos pessoais que fizeram dele um defensor da igualdade de direitos entre gêneros. Coleta alguns trechos:

"Eu cresci em uma família que estava cheia de amor. Meu tio Mike viveu com o meu tio Frank, eles foram um casal durante 35 anos. Então quando eu cresci minha mãe e meu pai me disseram que um homem pode se apaixonar por um homem e uma mulher pode estar apaixonado por uma mulher, e não há nenhuma diferença entre as pessoas que são gays ou héteros, eles nascem assim. Não é algo que pode ser aprendido ou desaprendido, ou não é uma fase ou qualquer coisa assim. Isso é algo que você nasce. E assim, eu cresci, nunca mais vendo diferenças entre gays e heterossexuais". 

Depois de contar a experiência dentro da própria família, com seu tio gay e o apoio dos pais, Bublé comentou como é importante inclusive para não é gay lutar e ensinar aos seus filhos que não há nada de errado em ser gay. 

"É uma responsabilidade de pessoas heterossexuais, é uma responsabilidade de todos nós, nós somos seres humanos, somos todos iguais. Eu acho que tem que começar em casa, tem que começar com os pais falando com os seus filhos e explicando-lhes que é "ok", e que eles podem lutar por seus amigos, e que não há nada para se envergonhar. Que a vida é assim, você sabe. As crianças não crescem com ódio, eles são ensinados a odiar e só precisamos educá-los."

Alguém discorda que ele merece duas horas de palmas [plac, plac, plac]. Agora aperta o play e vem assistir esse clip lindo do Michael, que tem direito até a beijo gay:


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.