Jean Wyllys lança vídeos conscientizando gays e travestis sobre o uso de camisinha no carnaval


O Deputado Federal Jean Wyllys lançou na última quarta-feira, 11 de fevereiro, o primeiro vídeo de uma série de produções para o carnaval como forma de conscientização do uso de camisinha. Ao total os três vídeos são voltados para o público LGBT em todas as suas camadas. Em sua página oficial Jean comentou sobre os vídeos.

"A intenção da campanha é falar diretamente às pessoas que, por pressão de parlamentares da bancada fundamentalista, são excluídas das campanhas oficiais do poder público: lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans e profissionais do sexo são preteridos de forma intencional", diz o texto publicado em sua página no facebook junto com o primeiro vídeo.

Feito de forma independente e com a ajuda de voluntários os vídeos falam a língua da comunidade gay e usam de artifícios que quem é do meio entende muito bem: "Sim, a campanha tem que falar a linguagem de quem a precisa ouvir, e tem que contextualizar a camisinha no momento em que ela é mais necessária. Se os mais "sensíveis" ficarão chocados, fiquem tranquilos: um dia passa. Temos uma grande batalha pelo fim da epidemia de HIV/AIDS e demais DSTs que não pode ficar refém à sua vontade", afirma em texto.

O primeiro vídeo mostra a interação de dois rapazes através de um aplicativo de troca de mensagens, que marcam um encontro e acabam fazendo sexo, dando enfase a importância da camisinha, já o segundo vídeo traz como personagem principal uma  travesti, e unindo a folia com prevenção a produção traz uma mensagem importante para um público que até então é deixado de lado pelas campanhas do governo. O terceiro vídeo ainda não foi publicado no canal do deputado do youtube.



Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.