Fundador do Grindr tá solteiro: “Adoro namorar sério, mas acho que sou minoria”


Claro que vocês sabem o que é o Grindr e mais ainda pra que esse aplicativo serve certo?! Uma das principais ferramentas de "interação" entre rapazes [entenda por putaria mesmo, mas cada um usa como quer]  o aplicativo já ajudou muitos gays [e homens que curtem homens] a encontrarem parceiros seja para um sexo casual ou para algo mais sério, porém o fundador do aplicativo Joel Simkhai, ainda está solteiríssimo.

O americano de 38 anos que vive em Los Angeles conta que não é fácil ser o fundador do Grindr e usar ele como ferramenta para encontrar algo sério. Na maioria das vezes depois de contar o que ele faz da vida, perguntas desse nível aparecem: “A maior parte das pessoas me pergunta coisas como: ‘Você tem acesso a minhas conversas no chat?’ ‘O que você sabe sobre mim?’”, contou ao “New York Post”.

Simkhai não costuma contar no primeiro encontro que é o fundador do Grindr, e foi exatamente por nunca ter tido um namoro sério que ele acabou criando a ferramenta, mas foi somente nesse ano que ele criou seu perfil no app. Apesar de já ter saído com alguns caras, até agora ele continua procurando alguém para engatar uma relacionamento.


Atualmente com mais 5 milhões de usuário o aplicativo é um dos mais usados em todo o mundo, sendo 200 mil desses usuário só em Nova York [eita, que é viado]. Simkhai disse que assim como ele outros usuário do Grindr também procuram algo sério, mas são minoria: “Eu adoro namorar sério, mas infelizmente acho que sou minoria. Para mim, é um grande prazer saber que estamos conectando pessoas e essa é uma das grandes alegrias do meu trabalho hoje.” 

Mas calma que tem mais, nesse caso vamos para o momento alfinetada. Simkhai afirmou já ter usado outros app na tentativa de encontrar um namorado, entre eles o Tinder, mas o americano não gostou nadinha da experiência, para ele o aplicativo que pode ser usado tanto por gays quanto héteros parece mais um jogo divertido para achar pretendes, mas nunca saiu com ninguém que tenha conhecido lá. 

Se o dono do Grindr soltou essas verdades a gente só faz concordar né migos? A coisa tá dificil até pra ele, imagina pra gente. Agora uma perguntinha básica: alguém faria o Joel Simkhai?
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.