3 motivos que explicam nosso amor pelo clipe de "Elastic Heart" da Sia



Ela voltou, um pouco atrasada mas ainda assim bombástica. Não estou falando de Lady Gaga, Beyoncé, Rihanna e nem Madonna, a moça da vez é Sia, a hitmaker que a gente tanto ama.
Depois do sucesso de "Chandelier", a cantora lançou hoje, 07, o clipe do segundo single de "1000 Forms Of Fear".

"Elastic Heart" foi trilha sonora do filme "Jogos Vorazes: Em Chamas" mas só agora o vídeo com direção da cantora e de Daniel Askill foi finalmente lançado. Nosso amor pela produção de pouco mais de cinco minutos é tão grande que resolvemos listar nossos motivos para dizer que esse já pode levar o título de melhor clipe do ano ~ e olha que 2015 apenas começou.




1. SIMPLICIDADE

Numa época onde parecer ser diferente faz toda a diferença Sia acertou na simplicidade estética do clipe, que visualmente é tão limpo que chega a ser desinteressante, apenas um homem e uma garota dentro de uma gaiola, mas aí algumas formulas te prendem e tornam esse clipe uma delícia. Mais uma vez a cantora aposta na dança e numa coreografia mágica que fazem tudo parecer atraente. Assim como em "Chandelier" nada é óbvio, e uma série de hipóteses surgem na cabeça para explicar tudo isso, enfim, o vídeo é uma mistura de arte e pop que deu certo (a gente jura que não foi trocadilho com o disco da Gaga).



2. O ELENCO: MADDIE E SHIA

Ela repetiu também a linda e talentosa da Maddie Ziegler, mas dessa vez a garota teve a companhia de Shia LaBeouf. Dançando maravilhosamente bem a garotinha de 12 anos mostra que mereceu estar novamente representando a cantora (ou não). Já Shia com o corpinho super em dia e usando apenas uma cueca na cor da pele, barbudo e sujo chama a atenção pela gostosura. A gente amou ele e essas coxas também.



3. A PESSOALIDADE: TEM MUITO DA SIA NESSE VÍDEO

Na verdade o clipe fala da própria Sia e da sua relação conturbada com o pai, o músico Phil B. Colson, que no vídeo é interpretado pela Maddie, já Shia representa a cantora (isso mesmo, os papeis estão invertidos). Phil sofre de transtorno dissociativo de identidade, ou seja, demonstra características de duas ou mais personalidades, e a filha teve que conviver durante toda a infância com o problema do pai.
Na verdade Sia chegou a criar um nome para a segunda identidade do pai. Enquanto Phil era o bom pai, divertido, amoroso e presente na vida da família, Stan (o nome que ela deu para a segunda persona do pai) era assustador, sombrio e pavoroso. Ela retrata isso no clipe na música, falando desse "Coração Elástico"

Mais uma vez a cantora australiana acertou em cheio na promoção do disco. Há quem não goste da demora e da escolha de "Elastic Heart" como segundo single, mas agora tudo está mais que justificado. Lembrando que "1000 Forms Of Fear" ainda tem muita música boa, e que podem render outros vídeos maravilhosos. 

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.