Teatro: peça em Fortaleza usa palhaços para falar da adoção homoparental


Toda a magia que o teatro tem, somando isso que já é lindo por natureza, a "Cia. Teatral Acontece" adicionou mais uma formula mágica da 5° arte, os palhaços, e essa mistura toda para tratar de um assunto que ainda é muito delicado para alguns, a adoção homoparental.

Dessa experiência curiosa surgiu a peça "Não tem dois pais?" em cartaz nos dia  06, 07 e 11 de julho às 19h, no Teatro Sesc Emiliano Queiroz (Rua Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro) aqui em Fortaleza. 
Nela os palhaços Fifis e Titico são surpreendidos com um bebê em sua porta, depois de muita palhaçada, os dois criam acabam criando laços afetivos e então decidem adotar o bebê, o problema é quando eles ouvem que não podem fazer isso por serem dois homens. 

O espetáculo "Não tem dois pais?" “é fruto de um estudo que começou há dois anos, da palhaçaria como instrumento artístico. Começamos a ler artigos, participar de oficinas, fazer vivências, com o intuito de se apropriar cada vez mais da linguagem do palhaço. Logo depois, passamos para as práticas de rua, pois havia esse desejo de sair com o boneco, vislumbrando isso como experimento cênico. No Centro, começamos a colher a reação das pessoas ao se depararem com os dois palhaços como pais”, relata Felício da Silva, integrante da Cia. Teatral Acontece. 


Com o elenco de Felício da Silva, Neto Sier e Anderson Mendes com interlocução de Almieda júnior, “Não tem dois pais?” teve sua dramaturgia construída a partir de situações e interações vividas nas atividades de rua do grupo. “A reação das crianças, em especial, sempre foi muito boa, pois encaravam aquilo como verdade e tentavam ensinar aos palhaços a estrutura que tinham de família. Certo dia, uma dessas crianças, que acompanhava uma vendedora de café no Centro, começou a perguntar quem era o pai daquele boneco. Depois de muito insistirmos que os dois éramos os pais, o menino olhou pra gente, fechou a cara e disse 'Não tem dois pais!', e saiu. Naquele momento percebemos que tínhamos o nome do espetáculo. A rua trouxe muita coisa pra gente, acho que 70% da peça veio dela”, comenta Felício. 

Serviço:
Em cartaz no dias 06, 07 e 11 de julho às 19h,
Local: Teatro Sesc Emiliano Queiroz
Endereço: Rua Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro, Fortaleza -  CE
ENTRADA GRATUITA

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.