Internauta faz campanha em prol dos gays “afeminados”


Seguindo a onda de protestos contra o machismo e o estupro de mulheres que ganhou o Brasil nas últimas semanas, o publicitário Thomas Saunders, de Fortaleza – Ceará, criou uma campanha bem polêmica. Segurando um cartaz, o jovem postou uma foto no Facebook e deu início à campanha chamada “Amo/sou afeminado”, que já conta com mais de 76 curtidas e 307 compartilhamentos.

O objetivo da mobilização é chamar a atenção para um tipo de repressão que muitos gays sofrem dentro da própria comunidade LGBT. “Nós também sofremos com as ideias machistas que regem nosso país. Sofremos preconceito interno e externo, entre guetos e na rua, na família e até entre “amigos”. Se um gay é mais “afetado”, “alegre” demais ou “exagerado” é vítima de críticas e abusos do mesmo nível”, escreveu em sua rede social.

Nos relatou, Thomas contou que já sofreu abusos e preconceito por se enquadrar em um estereótipo diferente dos outros rapazes e até dos outros gays. “Quantas vezes não ouvi piadas e até tentativas de invadirem meu espaço, só porque sou bem resolvido comigo mesmo? Só porque não preciso esconder quem eu sou, ou fingir ser “machão” pra me enquadrar nas leis heteronormativas e me sentir “homem suficiente”?”, declarou.

Em seu depoimento, Saunders ainda contou que já sofreu abusos de todos os tipos por conta de suas características, mas não se arrepende de quem é. “Não tenho vergonha de quem sou e de quem sempre fui. Me assumi com 14 anos, enfrentei uma adolescência de recriminação, sofri abusos psicológicos e até físicos. Já sofri abusos de homens que acham que tem o direito de invadir seu corpo, sofri julgamentos de outros gays que se acham mais “másculos” e por isso estão “livres” dessas situações”, completou.

Por fim, o jovem mandou um recado para todos que se identificaram com a mensagem. “Aqui estou eu, sendo quem eu quero ser. Se para os padrões dessa sociedade hipócrita e machista eu sou afeminado? Sou afeminado, sim! Curto afeminado, sim! Mas, além de tudo, sou humano e amo quem consegue se manter da mesma forma”, finalizou.

Via: Phenno

APPLAUSE PRA ELA PFV!


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.