Algumas coisas sobre lubrificantes que você precisa saber

Esse post não é patrocinado
Inhay travequinhos lindos do meu coração?! Confesso que estou ausente por um motivo assustador, uma chuva intensa com direito a raios e trovões danificou minha antena de internet, o e que por esse motivo estou sem conexão em casa ~ chora mulher!

Mas hoje dei um jeito de vir aqui e publicar coisas delícias para vocês. Vamos começar falando de algo muito importante, o lubrificante. Sem ele o sexo anal é quase impossível, afinal o lubrificante é essencial nesse momento, reduzindo a dor da penetração e tornando mais prazeroso o ato.

Quando devo usar lubrificante?

A resposta é SEMPRE. Eles são indicados para facilitar a penetração do pênis, de brinquedos eróticos e até mesmo para masturbação. A penetração, no caso do sexo anal, pode ser dolorosa quando não há uma boa lubrificação, causando desconforto, dor e em casos mais severos até sangramentos.

Qual é o melhor lubrificante íntimo?

Existem diversos tipos de lubrificantes, de acordo com a substância principal usada em sua formulação. Dentre os mais comuns estão os lubrificantes à base de petróleo, à base de óleo, à base de água e à base de silicone. As principais diferenças estão na capacidade de manchar tecidos, causar irritação e até mesmo romper o látex do preservativo. Possuem diferenças também quanto à coloração, aroma e sabor. O mais indicado sem sombra de dúvidas são os lubrificantes à base de água.

Posso ter alguma alergia?

Sim, dependendo da substância utilizada em sua formulação. A melhor maneira de evitar é optando por produtos recomendados por especialistas no assunto. Evite utilizar outras substâncias como cremes, gel, cosméticos que não sejam para uso específico na região genital ~ ou seja, nada de hidratante, manteiga e nem nutella [risos]. 
Caso ocorra a alergia, é preciso suspender o uso imediatamente, lavar a região com água corrente e abundante e procurar o médico o quanto antes. Não é aconselhável fazer automedicação, pois o remédio errado pode agravar o quadro.

Lubrificante anestésico tira a dor?

Os produtos com poder anestésico causam amortecimento na região, o que dá essa sensação de anestesia no local. Mas esses tipos são perigosos! Você não vai sentir nada na hora da penetração [o que vai cortar o seu prazer na mesma hora] e a movimentação do pênis é capaz de machucar muito sem que se perceba no momento, além do risco de rompimento de pregas e feridas graves, que depois vão dificultar o controle das fezes.

Há contraindicações?

As contraindicações são para produtos caseiros, óleos e lubrificantes à base de petróleo, que podem causar alergias e romper o látex do preservativo. Evite também os produtos com muito aroma e sabor, pois quanto mais artificial, mais substâncias químicas em sua composição.

Uma dica bacana sobre os lubrificantes à base de água: eles não mancham tecido,  apesar de serem absorvidos rapidamente durante o sexo podem ser facilmente reavivados com um pouco de saliva ou um borrifo de água. 

Pronto, depois dessas deliciosas dicas agora só falta arrumar um boy, passar na farmácia e se dedicar lindo. E não esqueçam bilús: USE SEMPRE CAMISINHA!
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.