Sem alarde, Globo exibe mais um beijo gay



Depois de todo o frisson causado pelo casal Niko (Thiago Fragoso) e Félix (Mateus Solano), que conseguiu, enfim, selar seu relacionamento com um beijo de Amor à Vida, é capaz que cenas de afeto entre homossexuais se tornem corriqueiras na teledramaturgia da Globo. Cerca de um mês depois do final da trama de Walcyr Carrasco, Fernando (Matheus Nachtergaele) encerrou o episódio de ontem (quinta, 6) de Doce de Mãe (quintas, 23h30) beijando o namorado, Roberto (Evandro Soldatelli).

Com um humor singular, ao mesmo tempo lírico e politicamente incorreto, o seriado do diretor Jorge Furtado vem se superando a cada semana, ao mostrar um lado nada óbvio da terceira idade e da relação que nós, filhos e netos, estabelecemos com ela. No seu sexto episódio, contou como a adorável Dona Picucha se envolveu com um suposto professor de tango, Jamón (Fabrício Belsoff) – que, na verdade, fazia horas extras como garoto de programa no lar de idosos.

Picucha não chega a recorrer aos serviços do moço, mas a confusão põe o assunto sexo em discussão na família. Entre empadinhas, numa das cenas mais engraçadas, a protagonista perguntou à queima-roupa para a filha Elaine (Louise Cardoso): “Há quanto tempo você não faz sexo?”, disse, logo após pedir o pote de canela. “Mamãe, como a senhora foi da canela para o sexo?”, espantou-se a outra. “Mulher quando fica burra assim, é falta de sexo”, justificou Picucha, um tanto sem jeito, mas querendo dizer que o marasmo na cama pode desconcentrar qualquer criatura no dia-a-dia.

Em paralelo ao tango, Fernando seguiu tentando fazer dar certo o seu “bar para amantes de Frank Sinatra que gostam de futebol”. Para os irmãos, era melhor que ele abrisse um bar gay. “Só por que eu sou gay, tenho de abrir um bar gay?”, questionou.

No fim, ao som de La Cumparsita, todo mundo dançou, sensualizou e beijou – até quem há tempos não o fazia, como Elaine, e quem não podia beijar na TV, como Fernando, apesar de ter sido bem rápido, discreto e filmado em plano aberto. Picucha não beijou ninguém, mas comemorou o grand finale com O Fole Roncou, de Baby Consuelo. Muito apropriado, aliás.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.