Usuários recebem ameaças em aplicativo gay na Rússia



O governo russo está colocando suas manguinhas de fora e dificultando cada vez mais a vida dos homossexuais. O proprietário do Hunter, aplicativo similar ao Grindr, de paquera gay, relatou que todos os usuários receberam uma mensagem no sábado (01/02) com ameaças.

“Você vai ser preso e condenado por propaganda gay em Sochi de acordo com a lei federal russa número 135 seção 6″, dizia a mensagem recebida por usuários em todo o país. Segundo o dono do app, Dmitry T contou ao site “Towleroad”, desde o dia seguinte, que todos que tentaram abrir o Hunter em Sochi receberam um alerta dizendo que o perfil foi bloqueado pelos próximos 38 dias.

Sochi vai receber, a partir desta sexta-feira (07/02), os Jogos Olímpicos de Inverno e a intenção parece ser clara de dificultar a turistas, atletas e jornalistas que estarão lá para o evento pelas próximas duas semanas o acesso a homossexuais locais.

Não está claro de que foi o governo que tomou essa medida. Dmitry afirmou à publicação que conseguiu recuperar apenas 24% dos perfis após o ataque hacker e que vai mudar os servidores do app da Rússia para a Europa. “Clamo a toda a comunidade gay e a todos aqueles que consideram que a internet seja uma zona livre para boicotarem tudo o que está ligado aos Jogos Olímpicos”, pediu.

Desde junho de 2013, a Rússia tem uma lei que proíbe “propaganda gay” em frente a menores de idade e vem recebendo o repúdio de entidades do mundo todo e até da ONU por isso. Entretanto, já dá para perceber que pretendem ir mais longe, uma vez que aplicativo de encontros gays está bem longe das crianças e não deveria interferir nessa lei grosseira e discriminatória.

Via: Pheeno
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.