Aguinaldo Silva e o recalque do beijo gay


Que o Aguinaldo Silva é o autor mais sincero, magoado e barraqueiro da Rede Globo isso a gente já sabe? O que eu, e acho que a maioria de vocês não esperava, era que ele fosse soltar indireta para o episódio que aconteceu no último capítulo de "Amor à Vida", o beijo entre Niko e Félix, e que foi escrito não por ele, mas por Walcyr Carrasco.

Aguinaldo Silva desdenhou da novidade. “Teve beijo gay na tevê brasileira e o país não entrou em convulsão, como se previa? Decepção! Pensei que era tipo um beijo antes de morrer!”, escreveu em sua página no Twitter.

O autor global também garantiu que não escreverá nenhuma cena como esta em suas novelas: “Mas quanto a mim, continuo mantendo o que sempre disse: nada de beijo gay nas minhas novelas, beijo gay só se for aqui em casa.”

Aguinaldo encerrou o assunto afirmando que a novela em torno do beijo gay ainda não terminou: “A grande vantagem é que um dos maiores factoides já criados pela mídia, o tal do beijo gay na televisão, finalmente saiu de cena. Viva! Ah não! Já inventaram outro factoide: agora a turma quer ver um beijo gay... De língua!”

Enquanto isso eu fico aqui, registrando esses momentos e na dúvida se amo o Aguinaldo só pelo nível de abuso que ele tem, quase chegando perto de uma trava amiga minha abusadíssima, ou seu eu odeio ele pelo simples fator de ser tão... deixa pra lá, vamos ouvir uma música né?

Com o oferecimento: Walcyr Carrasco eu!

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.