Porn Star Martin Mazza comenta sobre a descoberta e o prazer de ser passivo


Existe assunto mais falado em rodinhas de moços do que quem é ativo e quem é passivo?
Claro, isso não diz muita coisa sobre ninguém, e a gente sabe que chamar alguém de passivo como algo pejorativo é algo muito feio. Mas uma coisa é certa: quem é passivo diz que é muuuito bom, e quem é apenas ativo discorda sem medo, e quem é versátil ~ bem, esses são os mais felizes na história.

O fato é que o ator pornô e empresário Martin Mazza levantou uma teoria que pode significar muito nessa discussão toda. Ele afirmou que descobriu sua passividade com um ex-namorado e que, desde então, prefere ser passivo mesmo, mas o melhor foi nesse declaração abaixo que ele deu:
“É preciso saber que 85% dos homens têm seu ponto G no ânus. Eu o tenho, desfruto disso, e busco masculinidade em um homem. Por isso meu parceiro perfeito é ativo. Também gosto de ser ativo, dando prazer ao meu companheiro, isso me motiva quase o mesmo quando sou passivo. Descobri minha ‘passividade’ com um namorado americano. Antes era algo que não me agradava, era incômodo. O segredo é relaxar e, claro, praticar”, disse o ator.

Pessoalmente tive minha descoberta parecida com o Martin, graças ao meu namorado atual que me mostrou como é bom ser passivo também. Antes "era incômodo", hoje é uma das coisas mais gostosas que eu faço com um homem na cama. Não vou levantar discussão do que é melhor, até porque isso depende de cada um e claro, de como seu parceiro se comporta na hora "h", mas vamos conversar sobre.

Conta pra gente o que você curte na cama, e porque? E pra quem já tentou ou é passivo contra gente como foi e se gostou ou não da experiência.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.