Depois do Tom Daley, atleta brasileiro de salto ornamental se assume gay


Depois do britânico Tom Daley perder o medo e assumir sua bissexualidade, foi a vez de um atleta brasileiro da mesma modalidade – o salto ornamental – a fazer o mesmo. Ian Matos assumiu-se gay ao jornal “Correio Braziliense”.

“Desde pequenininho, eu sabia que era gay, mas foi aqui que eu consegui viver a minha sexualidade”, disse o atleta paraense, de 24 anos, sobre a capital federal, onde morou desde os 17 anos até o sábado (04/01), quando se mudou para o Rio.

Três vezes campeão brasileiro adulto na prova de trampolim de 1 metro e medalha de bronze, junto a Luiz Felipe Outerelo, na etapa mundial de saltos ornamentais, nos Estados Unidos, em 2012, Ian comentou sobre o outing de seu colega britânico feito em um vídeo postado no YouTube. “Quando vi, brinquei com um amigo. Falei que ia fazer também. Ele aconselhou que eu esperasse passar as Olimpíadas (do Rio, em 2016) para não deixar de receber patrocínio. Não acho que vá me atrapalhar, mas também não posso pensar que o mundo concorda comigo”, revelou o atleta.

Ian afirma que existe preconceito no meio esportivo. “Parece que, por ser gay, você já começa um nível abaixo. Ouvi muito ‘não vou perder para um viadinho’ ou ‘não acredito que você perdeu para o viadinho’”, comenta. A resposta costuma ser bem-humorada, com direito a beijinho no ombro e provocação, de acordo com a publicação.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.