Americano sofre bullying e é expulso da escola por ter feito pornô gay



Sabe aquela notícia escrota que você olha e pensa: gente que mundo hipócrita da porra!? Pois essa daqui é uma dessas.

Todo o fuá aconteceu com o jovem americano Robert Marucci, estudante da Cocoa High School, que participou de alguns vídeos gays da produtora Sean Cody e acabou vendo sua vida virar um inferno, depois que as imagens começaram a circular nos celulares dos alunos da escola [aquela coisa meio "Gossip Girls" sabe?].

"Meu primo é um colega de escola que interpreta o modelo Noel. Aparentemente, nessa última semana saiu a notícia de que ele estava num pornô gay. Ele foi severamente maltratado e, em vez de ajudá-lo, a escola não vai deixá-lo se formar devido a acusação de que ele estava causando uma "perturbação campus". Eles o suspenderam por 10 dias, o que leva a uma FA automática (faltas automáticas). 

Vários alunos planejavam protestar contra essa medida da escola, com camisetas, faixas e movimentos de protesto nas salas, porém a escola ameaçou expulsar todo aluno que se juntasse a esse tipo de movimento.

Ai agora você pensa: qual o problema do cara ter feito um pornô? E se houve perturbação no campus, acreditem, a pessoa mais perturbada na escola deve ter sido ele mesmo.
Por favor, menos hipocrisia, mais respeito com o moço, e toda a sorte do mundo para que ele possa se formar ~ qualquer coisa, pode se transferir e vir se formar aqui no Brasil tá!?

Via: Queer Me Now


Vem cá: depois de tratar da questão política e mais humana da coisa, a verdade é que, bem, vocês tão loucas pra ver a piroca dele também [não venha fazer a doida politicamente correta também], e claro que nos vamos mostrar pra vocês.

Tem foto dele sendo ativo, sendo passivo, no bareback, numa orgia e claro o vídeo, então não faz a boba e clica logo aqui.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.