Todos os fuás do programa "Amor e Sexo" de ontem ~ teve até famoso nú


Ontem parecia ser mais uma pacata noite de quinta-feira, não fosse a estreia da segunda temporada do "The Voice" e logo em seguida da última temporada do programa "Amor e Sexo" ~ mas que fala mais de sequiçu do que de amor.

Pois bem, a surpresa já veio no começo do programa, quando ao som de "Folia no Matagal" a linda da Fernanda Lima entrou no palco e junto com elas dançarinos e dançarinas, quando de repente ~  pow todo mundo ficou nú. Isso mesmo, a Globo mostrou o povo nú, com as "coisas" tudo de fora.

O tema do programa era a nudez e o tabú foi chutado pra bem longe [achei digna a atitude]. Não bastasse isso, que se repetiu no final [sim, o povo ficou pelado no final do programa também] "Amor & Sexo" conseguiu ir além.



Com a pergunta "quanto vale a sua nudez" Fernandinha arrumou um moço na platéia chamado Sandro Borges que prometeu fazer um streep e mostrar tudo por R$ 200. Claro, ele não mostrou tudo, mas foi o suficiente para gente se tocar que ele era um puto macho gostoso.
No final das contas Sandro disse que era gogoboy, barman e tequileiro ~  alguns minutos depois já circulava um antigo ensaio totalmente nú do moço na web.

Isso mesmo, essas gays são terríveis e não perdem uma ~ as fotos mais safadas vocês podem ver clicando aqui.



E quando a putaria já tava feita mesmo, quem resolveu mostrar mais do que devia foi o ator delícia Otaviano Costa. Juro que nunca imaginei que ele era tão gostoso, mas ontem o babado foi forte.
Quando todo mundo pensava que era só brincadeira, ele foi tirando uma peça, e outra e no final, apenas uma tanga cobria a neca do boy ~ pra acabar com as cardíacas ele ficou de costas e tirou tudo, eu disse t.u.d.o.

E basicamente o último "Amor & Sexo" foi assim, pura baixaria, putaria e neca balançando  ~ ops, quero dizer teve nú, mas foi artístico.





Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.