"Amor à Vida" Niko e Eron agora devem adotar uma criança


Vejamos como é a Globo né gente? Quando você jurava que eles iriam colocar um casal gay, feliz, e loucos para terem um filho, a coisa desanda de tal forma, que de uma hora para um deles resolve pagar de hétero e o companheiro que fazia parte do universo colorido e feliz é jogado de lado.

Quem acompanha "Amor à Vida" já está sabendo de todo o drama na relação do casal gay Niko e Eron. Agora a novidade é que Niko adotou uma criança, e que  foge do esteriótipo, já que além de "grandinha" o garoto é negro [mais uma vez tratando de preconceito].

O menino por Kaiky Gonzaga, entrou nesta segunda-feira (07) na trama. Jayminho sofrerá grande implicância de Amarilys, personagem da Danielle Winits , principalmente quando resolve ficar ao lado e brincar com Fabrício.

Para quem está totalmente out da história, Niko e Eron queriam ser pais, para isso Amarilys se ofereceu como "barriga voluntária" [ou algo parecido], o problema é que depois de tentativas frustradas ela acabou seduzindo Eron e gerou o bebê da forma "tradicional"" dando início a um triângulo amoroso, onde ele pode ser o pivô da separação do casal [até então] gay.

O mais engraçado de tudo isso é como o povo brasileiro tem recebido isso tudo, pelo que andei pesquisando a maioria das pessoas torce para que o casal gay continue juntos, e que Amarilys siga seu rumo, sem o bebê é claro.

Preconceituoso ou não, a verdade é que quando não é na nossa casa tudo é mais aceitável. Agora o jeito é torcer para que mais uma vez a Globo não produza um ex-gay [se é que ele existem?!].
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.