“Sua homossexualidade não importa”, diz Papa a fiel gay


O recém-nomeado Papa Francisco deu mais uma demonstração de que quer atrair a grande comunidade LGBT para o Catolicismo. Depois de se questionar “quem sou eu para julgar os gays“, durante passagem pelo Brasil, o pontífice voltou a tocar no assunto orientação sexual. Na quinta-feira (06/09), um jovem católico homossexual contou ao site francês Le Dapache que recebeu uma ligação de apoio do Papa.

Christopher Trutiño, 25 anos, morador de Toulouse, na França, disse que o telefonema aconteceu em 29 de agosto e foi em resposta à carta que ele havia enviado ao Vaticano. “Alô, Christopher? Eu sou o Papa Francisco”, saudou o líder. “Recebi sua carta. Você precisa ser corajoso e continuar a acreditar, rezar e ficar bem”, pediu o Papa.

Francisco demonstrou não se incomodar com o relato do jovem sobre ser homossexual. Em seu discurso via telefone, a frase que mais chamou a atenção foi “sua homossexualidade não me importa”, segundo Chris. “Quando eu desliguei o telefone, estava completamente emocionado. Eu tremia, apesar da conversa ter sido relaxante. Foi como conversar com um amigo, legal, super humano”, relatou Trutiño.

Entretanto, o padre Lombardi, da assessoria do Vaticano, desmentiu que tal ligação tenha acontecido. “O Papa nunca ligou para esse homem. A única vez que ele ligou para a França foi semana passada, para falar com o Cardeal Barbarin”, relatou. Apesar da negação, não seria a primeira vez que Francisco ligou para fiéis que enviaram cartas. Em agosto, ele telefonou para dar apoio a uma mulher argentina que foi estuprada por policiais.

Via: Pheeno
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.