Papa Francisco defende uma nova visão da Igreja e a homossexualidade


O novo líder da Igreja Católica realmente tem conquista o coração de muitos ~ inclusive dos gays. E isso não se deve apenas ao seu carisma, mas sobre a sua visão humana sobre temas delicados e que sempre foram pedras no sapato da Igreja.

Durante uma entrevista para à revista jesuíta La Civilta Cattolicato, Francisco comentou sobre a homossexualidade e o aborto, tratando dos temas de uma forma diferente ele afirmou que "A Igreja algumas vezes se aferra a coisas pequenas, regras de mentes fechadas.".
Os trechos mais importantes pra gente, você confere abaixo:

"Devemos anunciar o Evangelho em todos os caminhos, predicando a boa nova do Reino de Deus e curando com a nossa predicação todo tipo de ferida e de doença. Em Buenos Aires, recebia cartas de pessoas homossexuais, que são ‘feridas sociais’ porque me dizem que sentem como se a Igreja os tenha condenado para sempre. Mas a Igreja não quer fazer isso.

Uma vez uma pessoa, de forma provocadora, me perguntou se eu aprovava a homossexualidade. Eu então respondi-lhe com uma outra pergunta: ‘Diga-me: Deus quando olha uma pessoa homossexual aprova a sua existência com afeto ou a repele condenando-a?’ É preciso sempre considerar a pessoa. Aqui entramos no mistério do homem.

Não podemos insistir somente sobre as questões ligadas ao aborto, matrimônio homossexual e ao uso de contraceptivos. Isso não é possível. Eu não falei muito dessas coisas e isso me foi recriminado. Mas quando se fala disso, é necessário falar em um contexto."
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.