Líder católico utiliza Grindr para recrutar jovens religiosos


Recentemente, o Scruff, aplicativo de celular que utiliza GPS para facilitar a pegação, adicionou uma nova categoria, a transexual, entre as identificações dos usuários. Porém, um novo comportamento pode mostrar uma tendência de subgrupo, os gays católicos. Isso porque, nos Estados Unidos, um líder religioso tem usado o Grindr para encorajar outros católicos homossexuais a saírem de vez do armário.

Michael James Alexander Szalapski comanda a igreja Metodista de Clarksville, Tennessee, e não curte pegação via smartphone. Ele disse, em entrevista ao documentário “South of Ohio”, que a única razão para usar o aplicativo é convencer outros gays de que “é possível ser homossexual e católico”, contrariando aqueles que acreditam que Deus odeie os gays.

Durante a Jornada Mundial da Juventude, em julho de 2013, o Papa Francisco declarou que não tinha motivos para julgar os homossexuais. No mesmo período, algumas boates do Rio de Janeiro revelaram um aumento no número de frequentadores. Será que os jovens gays católicos estão se sentindo mais confortáveis e saindo aos poucos do armário?

Via: Pheeno



Tá boua que ele usa o Grindr pra evangelizar az.gays e não curte nem uma pegaçãozinha?!


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.