Dois vídeos para "alegrar" seu dia


Olá pequenos moços e moças que acessam esse pequeno bordel apelidado carinhosamente de blog.
É claro que estou a alguns dias sem atualizar essa magia de blog ~ mas tenho motivos para isso.
Mas nem por isso vou deixar vocês sozinho né?
Para melhorar o dia, tô publicando dois vídeos mágicos e suficientes para deixar todo mundo feliz.

O PRIMEIRO: era uma vez uma gay americana, morena, safada e gosotíssima. O nome dele é Julian Serrano, e talvez seja o dono de um dos rabos mais desejados do "iutubi". Vocês devem se perguntar o que essa "passivinha" tem de tão especial.

Bem, o que aqui no Brasil chamamos de "rebolado", "quadradinho de oito" e todas as outras variações, nos E.U.A tem o nome de TWIRK, uma dança negra assim como eu, e safada como todos nós, que consiste em contorcer, rebolat, bater, e fazer o "diabo a quatro" usando apenas as duas "bandas" do cooh.
Por favor, palmas pra Julian ~ a bicha se garanti.

 

SEGUNDO: Uma palavra define bem o teor dessa publicação "PRE-PA-RA". A gay não tinha o que fazer e resolveu dançar "O Show das Poderosas" ~ palmas pra ela ~ mas olhando bem, apesar do gatinho ter um corpo até "fazível" [tá melhor do que o meu, confesso] o "poker face" que ele faz durante a performance é assustador [tipo o Hannibal].

Esse vídeo mágico chegou nas minhas mão graças a um leitor que mandou pela page do blog no facebook e que pediu encarecidamente que eu não divulgasse o perfil dele, mas como sou uma bicha maléfica vou rasgar o nome dele aqui [brincadeirinha]. Voltando ao moço do vídeo, é perceptível que a gay tá toda dura na tentativa de não dar pinta, mas alguém avisa pra ele, que dançar essa música e postar no youtube, é a mesma coisa que escrever no peito "eu sou uma molhér".

No mais, apenas a minha admiração, e meus elogios pra ele: ARRAZOU BESCHAN!

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.