Dica de filme: Skoonheid (Beauty)


Não poderia deixar o mês acabar sem postar a dica de filme ~ que eu sei que vocês adoram.
Confesso que com toda a correria desse mês foi difícil achar algo realmente bom e válido para postar aqui, mas quase no final de março, consegui um filme bacana, e com uma puta historia. Vamos a ele:

Skoonheid, conta basicamente a historia de François, um homem de meia-idade, casado e pai de duas moças, acostumado a uma vida sem sobressaltos em Bloemfontein, na África do Sul. 
Na festa de casamento de uma de suas filhas, ele reencontra Christian, o filho de um velho amigo que ele não via há muito anos. Desconcertado pela beleza e jovialidade do rapaz, François começa a desenvolver um sentimento de obsessão e desejo que abalam sua rotina e o fazem reavaliar a felicidade de seu casamento e de sua controlada vida.

Na verdade o longa joga a hipocrisia na cara dos seus telespectadores. O personagem é um típico homem de família, bem sucedido, mas que possui uma vida oculta, e a chegada de Christian é o ápice disso.
Mais do que desejo, um sentimento de loucura, obsessão ou algo parecido é o que estabelece o comportamento de François, o fazendeiro sul-africano  criado nos moldes da sociedade, preconceituoso contra gays e negros.

O filme tem uma fotografia bacana, não é algo magnifico, mas é notória a preocupação com isso. Cenas longas e com poucos diálogos podem causar estranheza, mas mesmo assim é super válido.
Juro que adoraria contar mais sobre o filme, mas os mínimos detalhes podem estragar a surpresa.

Uma cena muito pesada deve acontecer e o final é um tapa do amor na cara dos hipócritas ~vocês vão entender.


Ficha Técnica 

Direção: Oliver Hermanus
Pais: South Africa, France, Germany
Idioma: Afrikaans, English
Ano: 2011
Genero: Drama
Duração: 101 min
Elenco Roeline Daneel, Sue Diepeveen, Charlie Keegan, Deon Lotz, Albert Maritz, Michelle Scott
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.