Saiu: Clipe de "Suit e Tie" do Justin Timberlake e "Scream & Shout" da Neide Spears


Muito amor nas nossas vidas [no caso de vocês sofrida também] ~ é que o carnaval acabou, as aulas já vão começar e tudo volta ao normal.

Até as celebridatchi voltarem a trabalhar, o Justin Hétero por exemplo acabou de lançar o clipe de “Suit & Tie”.
Ao contrário da música, o vídeo consegue ser bem mais gostoso, dirigido por David Fincher (que também é responsavel pelo filme "A Rede Social") o negocio é todo em preto e branco, numa vibe anos 60, com muita elegancia e uma dancinha tão sapeca que eu curti até o fundo do meu útero.

Mais ai, tudo é cagado quando entra o Jay-Z [eu tenho o direito de não gostar], e depois voltar pro Justin, lindo e elegante como sempre ~ se eu fosse do tipo que gosta de xoxota queria ser igual a ele, mas como não sou... deixa pra lá.

E avisando que o álbum do moço “The 20/20 Experience” já esta em primeiro lugar nas lojas do iTunes em vários países, detalhe ~ o cd ainda está na pré-venda ~ caia na BR.



Quem também esta com clipe novo é a Neide Spears, a gata que gravou "Scream & Shout" com o Will.Eu.Sou (na verdade a música é dele) fez uma nova versão da música, carinhosamente apelidada de "Olá Negões", e o motivo pra esse nome sugestivo é bem simples.

Na nova versão, a gatinha divide o single com mais 4 cafuçus, além da Will: Hit Boy, Waka Flocka Flame, Lil Wayne e Diddy, ou seja, é negro pra todo lado.


Pras.gays que amaram, adoraram, e já causaram lindas na buatche ao som da primeira versão de "Scream & Shout", provavelmente vão odiar a segunda, afinal, gay que gosta de rap é meio exótico e incomum, e infelizmente é só o que tem nessa putaria.

* O clipe vazou, então, se tirarem do vídeo do ar, cês já sabem porque foi.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.