BBB13: Beijo Gay e primeiro barraco


Hí pequenos gays que acessem, e comentam nessa budega que eu chamo carinhosamente de blog.
O BBB13 começou lindamente ontem, mas infelizmente [ou não] trouxeram alguns antigos brothers para dentro da casa, entre eles BamBam [que já pozou pra G], Dhomini [que também já mostrou a neca] e Eliéser [o pomba leza], mas se por um lado a coisa não agradou, por outro eu já estou todo feliz. Vou contar o porque:

Mais tolerante: Parece que essa edição, além de ter tido a menor audiência de estreia na historia do programa, conseguiu surpreender com um pequeno beijinho gay. O participante Aslan, que é gay, assumidíssimo e casado trocou um selinho com o marido, e caiam, a Glogo exibiu.
Cata no minuto 2:00 ~ cuti.cuti



Atraque de travestchi: Primeiro dia de programa e olha, já teve barraco. Adivinha quem começou a putaria? Aline, a negra atrevidíssima, e já provou que o cabelo dela vale uns três salários mínimos.
O fuá começou quando a gata comentou sobre o cachê que os homens ganhavam para pousarem nú, segundo a gatinha, o money não dá pra um copo de guará com uma coxinha mordida [eita, caralho].
Mas não bastasse isso, a amapô [com alma de travestchi] implicou com o Eliéser [mell.cooh.pra ele], com o Dhomini e meio mundo. Além de um vocabulário digno de memes a cada 10 frases.
Assistam, mas peguem a pipoca, porque o show é lindo.


Anotem:
"meu corpu é brindado, e tua praga nun pega BamBam"
"lá da onde eu venho quando fala o que quer, houve o que não querrr" 

Amando a Penha das Empreguetes, digo, a Aline do BBB13.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.