Lady Gaga e o "flop" dos shows no Brasil


Antes de começar essa delícia de post, vamos definir lindamente o que significa "flop" ~ que é pra nenhuma pêssega vir perguntar depois nos comentários:

FLOP - esse termo pode ser usado quando uma coisa não teve sucesso. Quando ela foi ruim, quase ninguém gostou. Funciona como um sinônimo de fracasso.

Pronto, agora que todas já sabem o que é "flop" vamos falar sobre a turnê flopada da Lady Gaga no Brasil, isso mesmo "flopada", a gata de "Alejandro" fará três show em nossa terra, e o primeiro deles é na sexta, dia  09 no Rio Janeiro. O problema é que dos 86 mil ingressos disponibilizados para esse show, apenas 14 mil foram vendidos, e claro, uma reca de little monsters estão travando uma guerra na web para defender sua diva e tentar explicar o fiasco das vendas. Para muitos o preço salgado seria o pior problema, já que os ingressos variam entre R$ 180 a R$ 750, mas calma que tem mais.



Vários sites de compra coletiva estão vendendo as entradas pela metade do preço, Peixe Urbano, Grupon e outros, e se isso não bastasse, comprando um ingresso nas Lojas Riachuelo você ganha outro de graça ~ ohhhh bescha!
Mas quando o universo quer fuder com a sua vida, ele faz isso deliciosamente tá: e ontem a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou o sorteio de 1000 ingressos para a "Born This Way Ball Tour", entre o seus servidores ~ passsadan!

Não tem como negar né gente? Ou as beschas largaram de ser bestas, e não estão mais vendendo o corpo para pagar preços altíssimos para ver os shows da caricata, ou simplesmente essa turnê está um fiasco mesmo, e salientando, o Brasil não foi o único país onde a gatinha ficou na merda.

Mas deixando esse assunto de lado, e antes de vocês darem o play na entrevista da Gaga que foi exibida no último domingo no Fantástico: é verdade que tá vindo ingresso de brinde junto com a batata Ruffles? #bichama

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.