Homofobia em São Paulo preocupa FIFA


A homofobia em São Paulo não assusta apenas LGBT, mas também a Federação Internacional de Associações de Futebol (FIFA). Tal receio está presente no relatório “Gestão de Segurança – Cenário e Análises de Risco”, produzido pelo comitê nacional de organização da Copa das Confederações e obtido com exclusividade pela Folha de S. Paulo.

O documento foca a zona norte e os Jardins (área nobre da capital paulista), locais que concentram os hotéis e o lugar de sorteio dos jogos do evento. A determinação das disputas ocorrerá em dezembro de 2012.

A página 10 do documento traz: “Especialmente a região do parque Trianon apresenta incidência de crimes praticados por grupos homofóbicos, contra homossexuais e prostitutas, frequentadores da região.” O comitê também fala do alto risco de assaltos e violência, possibilidade de enchente e presença de sem-teto.

Se os governos locais não se envergonham do descaso contra a cidadania, a nossa exposição a olhares estrangeiros se encarrega disso.

Fonte: Parou Tudo

Duas coisas muito me cativaram nessa matéria, a primeira foi saber que a FIFA estra preocupada com a integridade física dos jogadores da Copa das Confederações. Calma eu não disse que a homofobia esta relacionada a isso, e nem que as federações devem estar cheias de gays ~ não diretamente ~ até porque não perco meu tempo, comentado coisas tão óbvias.

E a segunda questão é que, para esse nosso país, onde pastor fala o que quer, e religião dita as ordens na política, finalmente algo fez eles enxergarem que gays são gente, e esse políticas de "não vemos e não sabemos" só faz crescer os índices de crimes homofóbicos no país, e claro, deixa a imagem do Brasil cagadíssima em todo o exterior. 
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.