Filho gay só receberá herança do pai se casar com mulher


Não basta ser homofóbico, a criatura tem que ser escroto, até depois da morte. Antes do post, senta ai e respira fundo, porque esse é o caso de escrotidão mais f.d.p que eu já vi. Segura o peito e vem:

Você já ouviu falar em bullying após a morte?! Pois bem, esse parece ser o caso do empresário americano Frank Mandelbaum, que faleceu em 2007!

Ele escreveu em seu testamento que seu neto não poderá receber parte de uma herança de U$ 180 mil se seu filho gay, Robert Mandelbaum, não casar com a mãe biológica da criança.

Mas a questão é que Robert já é casado com um homem, e a mulher que deu vida ao menino era apenas uma barriga de aluguel. O patriarca fez questão de deixar claro seu último posicionamento homofóbico e, ainda por cima, a viúva testemunhou a favor da postura anti-gay do marido. Nem precisa dizer que o filho gay está lutando na justiça de Nova York contra o testamento. Boa sorte, Robert!

Robert Mandelbaum em foto ao lado do marido…

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.