"Avenida Brasil" - Roni vai pedir Suelen em casamento


Um novo casal vai se formar na trama da novela Avenida Brasil, da Rede Globo. Trata-se de Roni e Suellen. O convite de casamento vai partir de Roni. Começam a surgir boatos cada vez mais fortes sobre a homossexualidade de Roni, que acaba se incomodando com o falatório. Para despistar os boatos, ele vai pedir a periguete em casamento. Já que Suellen está em perigo de ser deportada para Bolívia, onde nasceu, ela aceita o pedido.

"Quer apostar que seu pai ia ficar tão feliz que ia te dar tudo que você sempre quis: o apê, um carro, mesada alta. Garante teu lugar no céu, do lado do Senhor, Roni. Casa com essa menina!", aconselha a mãe do moço, Dolores (Paula Burlamaqui).

Roni estava em vias de assinar contrato com um time maior que o seu, mas por conta dos boatos sobre sua homossexualidade, ele é preterido. "Casando comigo, você pega cidadania brasileira e não precisa ser deportada pra Bolívia. Casando, eu ganho um apê do meu pai e saio de casa. Sem falar que economizo mil problemas na minha carreira, com o pessoal do bairro que fala que eu sou gay, com todo mundo!", afirma ele ao fazer o pedido.

Suelen aceita, os dois trocam um beijo rápido. Suelen vai tentar conquistar o rapaz na cama, mas ele não vai querer saber. O relacionamento entre Roni e o irmão da Tessália só vai engrenar a partir do fim de julho.

Fonte: UOL

A princípio jurei que a PLIN PLIN iria fazer a podre e criar mais um ex-gay, mas pelo visto a coisa vai ser abordada por um prisma diferente. Há quem diga, que mesmo com essa fuá de casamento, o personagem Roni ainda irá ter sim um romance gay, mas somente no final de julho.
O jeito é esperar pra ver, e aguadar o que vai rolar, se bem que até curti essa tapa na cara da sociedade, mostrando que tem muito gay ai, casado, pagando de hétero e bem... depois eu rasgo toda a minh revolta.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.