Polêmica Envolve Pr. Malafaia, Avon e Ativistas Gays

Ativistas LGBT criaram um abaixo-assinado online para que a empresa de cosméticos Avon pare de comercializar em seu catálogo os livros do pastor Silas Malafaia. 
A petição já reúne cerca de duas mil assinaturas.

A editora do pastor trouxe o livro “A estratégia: o plano dos homossexuais para transformar a sociedade”, escrito pelo pastor Louis Sheldon. A obra homofóbica é vendida pela Avon o que provocou a revolta dos consumidores. “É um disparate, portanto, que uma empresa que declara acreditar em ações transformadoras e lutar pela promoção da igualdade entre gêneros, disponha-se a comercializar livros do pastor Silas Malafaia”, diz o texto do abaixo-assinado. 


Em resposta, a Avon declarou que tem “como um de seus mais importantes pilares o respeito à diversidade, em todos os seus aspectos, e busca atender de forma ampla e democrática aos consumidores de mais de 100 países, oferecendo uma ampla variedade de cosméticos e outros produtos – entre eles os livros -, para atender à pluralidade de preferências, ideias e estilos de vida”. A marca de cosméticos ainda informa que não cabe a ela questionar posicionamentos religiosos, políticos ou ideológicos dos autores de livros, mas que está sempre atenta as opiniões dos consumidores.

O pastor Silas Malafaia entrou na disputa pedindo a ajuda de seus seguidores no Twitter para que mandem e-mail empresa pedindo para que a marca não ceda à “pressão dos homossexuais”. “Nova perseguição contra mim dos ativistas gays. Estão pressionando a Avon para não comprarem mais os meus livros, dizendo que sou homofóbico”, escreveu Malafaia em sua conta no microblog.

Para assinar a petição pública, basta clicar AQUI.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.