Falando de Moda: Tá na Hora de Comprar uma Bolsa


Se você acha que sair por ai carregando aquela mochila para notebook para cima e para baixo é bacana, pode tirar seu cavalinho da chuva.
A moda masculina evoluiu, mudou, e ganhamos uma acessório bacana ao nosso guarda-roupas: A BOLSA!

Nem vou me dar ao trabalho de responder se homem podem ou não usar bolsa, mas já garanto uma coisa, se você quer largar essa vibe de estagiário liso, pode jogar a mochila fora e trocar por uma bela bolsa, que além de mais fashion, vai te deixar com uma vibe super, mas super elegante.

Aqui tem um entrevista da revista GQ com o diretor de estilo da grife Tume, Victor Sanz. O cara comenta sobre o acessório e ainda dá umas dicas bacanas pra quem quer escolher uma. 

 O que o homem deve levar em consideração na hora de escolher a bolsa ideal para o dia a dia de trabalho? 
Tamanho, qualidade e funcionalidade são os fatores chaves para não errar na escolha da bolsa. É importante considerar também o estilo e a aparência de cada um para optar por um modelo adequado. 

 Os brasileiros ainda preferem as mochilas às bolsas? 
Este cenário, definitivamente, está mudando, da mesma maneira que os estilos e tendências são diferentes a cada temporada. Os consumidores brasileiros estão crescendo e têm mais afinidade com os bens de luxo.

 Qual modelo de bolsa é o mais indicado para um homem elegante? 
Simples e clean, como as bolsas de carteiro, os modelos mais finos e elegantes. Você também pode investir em uma bolsa de couro bem bacana que fica melhor com o tempo. É fundamental também ter uma peça versátil, que pode ser usada tanto com um terno ou em situações mais casuais. 

 Quanto às cores…
 É possível fugir do tradicional preto e marrom, mas todo homem deve ter pelo menos uma bolsa nessas cores que são clássicas e tradicionais. 

 E pra deixar tudo mais fácil e prático, a revista ainda mostrou uns modelos lindos.


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.