Rapidinhas do Alê + Polêmicas

O deputado federal e ex-jogador de futebol Romário declarou em entrevista ao colunista Leo Dias do Jornal "O Dia" ser a favor de união entre pessoas do mesmo sexo.

Quenda o que ele disse: "Sou pô. Eu sou a favor da felicidade. Cada um dá o que é seu e fo...-se os outros", disse o deputado.
Arrazô Romário, mas olha, nem todo gay gosta de dar - seja lá o que for - viu? 
Beijos.

Em uma entrevista a Folha do São Paulo, o ator Marcelo Serrado que atualmente interpreta o gay espalhafatoso Crô em "Fina Estampa" - não gosto desse personagem, e tenho esse direito, beijos - deu a seguinte declaração quando questionado sobre o possível beijo gay na novela: "Isso é algo que tem que ir quebrando aos poucos. Não quero que minha filha (Catarina de 7 anos) esteja em casa vendo beijo gay às nove da noite. Que passe as 23:30." 
Porém o ator fez questão de se posicionar a favor da união estável entre pessoas do mesmo sexo.

Após a repercussão da entrevista o ator foi vítima de vários ataques via Twitter, também podéra né?
Basta acordar e ver que tipo de personagem ele interpreta. Agora fica a pergunta para o Sr. Serrado:
Beijo gays não pode certo? Mas cenas eróticas de casais heterossexuais, agressões e violência grátis nas novelas das nove pode? Sua filha já viu isso? Ein Marcelo Serrado?

E hoje vai ao ar na Band no programa "Muito +" da Adriane Galisteu  com direito a entrevista polêmica com ex-panict (oi?) Nicole Bahls, onde a gata tira todos os freios da língua e declara que já recebeu cantadas de colegas de palco. Segundo Nicole, três panicts seriam bissexuais, e pra colocar mais tempero no babado - porque pimenta no cooh dos outros é refresco - a "moça" vai reafirmar que algumas de suas ex.amigas de trabalho são sim garotas de programa.
O programa vai ao ar hoje as 15:3hs. ACHEI POLÊMICO!
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.