Madonna + Um Tapa na Gaga + O Kiss da Neide


Segurem seus picumãns, a veia rainha do pop voltou pra lascar um leque de 50cm no meio da cara de todas essas raschas que tão querendo causar no mundo da música.
Tia Madonna andou estampando muitos sites com depoimentos lindos, fofos e cheios de mágoa - eu achei - mas basta parar e pensar quem é, e quem foi a Madonna, ou seja: ela pode falar o que quiser.

O primeiro fuá envolve o tal beijo entre ela e princesa do pop, Britney Spears. Em uma entrevista a jornalista americana Cynthia McFadden, do canal ABC, a tia comentou sobre o "shimbalaísmo" que rolou no Video Music Awards 2003, e que até hoje as gays ainda gritam quando veem o tal beijo entre as duas: "Foi ótimo, ela beija muito bem", calma que tem mais; "Não repetiria... já fiz isso e não gosto de me repetir".


O outro atraque envolve Tia Madd e caricata - não me julguem - Lady Gaga: em entrevista a revista Newsweek, ela comentou a semelhança da faixa “Express Yourself“, de 1989 - o ano em que eu nasci caralho - com o single “Born This Way“, da Gaga lançado em 2011.
Já pega a gilette porque vai ter atraque com little monster em 5,4,3,2...


“Eu achei uma forma incrível de refazer minha música. Quero dizer, eu percebi as mudanças nos acordes. Mas eu achei… interessante”, declarou Madonna - senti uma vibe "essa quenga pensa que é quem pra me copiar?"

E o terceiro barraco do dia é por causa do nome do novo CD da gata. Intitulado "MDNA", o vigésimo álbum da diva.mor que para alguns é apenas uma trocadilho com "Madonna", para outros seria uma brincadeira com o nome de uma droga muito similar ao ecstasy, o "MDMA".

Bem, eu confesso que estou cagando para tudo isso, e a única coisa que realmente me importa é a performance do single “Give You All My Love” que a gata vai fazer dia 05/02 durante o intervalo do Super Bowl.

Beijos!
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.