Britney + Willow Smith + Kelly Clarkson = Músicas Novas


Ai gente, não existe coisa mais deliciosa do que acordar e sabe que tem música nova e gostosa na parada.
Só hoje por exemplo, foram três lançamentos cheios de poder, glamour e sedução para o nosso doces e famintos ouvidos. Vamos por partes:

1º Willow Smith: A gatinha retornou, depois de "Whip my Hair" e muito bate cabelo na buatchi, a piveta mais sensacional dos ultimos tempo volta com mais uma música delicia "Fireball" é aquela música cheia do batidão e um refrão viciante. É impossível ouvir e não sair ralando a piroca na calçada. Dessa vez a biluzinha fez uma feat. com a Nicki Minaj (que já reinou em duas músicas com a Rihanna, e agora prepara a terceira).


2º Britoca Spears: Vazou uma música que a Neide teria sido descartado para o CD "Circus". Segundo dizem, a composição da música teria sido pra própria princesa do pop, com produção de Walton Steven Gagel. "Everiday" é uma música linda, melódica e que realmente consegue mostrar seus sentimentos, e vou ser sincero, na gravação dá até pra relembrar bons tempos da nossa Britney (sim, eu gosto dela, ao contrario do que muito de vocês pensam. muah!)


3º Kelly Clarkson: Alguma dúvida de que ela voltou pra gritar: EU.SOU.DIVA.KARALHO! Nossa fofuxa Kelly já reina lançando seu segundo single “What Doesn’t Kill You (Stronger)”, e isso pouco tempo depois de jogar o clip de "Mr. Know It All". Eu confesso que amei a música nova, e torço para ouvir essas e outras da gata brilhando nas rádios. Sabe como é né? Em pleno século 21, falta cantora que saiba cantar de verdade.


UPDATE


Acabou de cair mais uma da Neide, dessa vez é "Abroad" e pelo que dizem, a música foi cotada para ser faixa bônus do álbum "Circus"

Britney Spears - Abroad by breatheheavycom
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.