Tim Cook CEO da Apple, afirma que ser gay é dom de Deus

Tim Cook e o fundador e ex-CEO da Apple Steve Jobs

Acordei com a notícia de que o CEO da Apple, Tim Cook, tinha enfim feito seu outback do armário e gritando para todo mundo que assim com a maioria dos meus leitores, ele gosta de "rola" ~ palmas para ele por isso. Mas confesso que pra mim isso não tem nada de novidade, meio mundo já sabia que Tim é gay, mas se ele resolveu tocar no assunto e tratar disso publicamente vamos considerar como algo positivo.

A "revelação" veio através de um  artigo publicado no site da revista Bloomberg Businessweek, na manhã de hoje, 30. Na declaração Tim afirma os seguinte: “Ao longo da minha vida profissional, eu tentei manter um nível básico de privacidade. A Apple já é uma das companhias do mundo mais observadas de perto do mundo, e eu gostaria de manter o foco nos nossos produtos e nas incríveis coisas que nossos consumidores pretendem com eles”, disse o sucessor de Steve Jobs.

“Por anos, eu tenho sido aberto com muitas pessoas sobre a minha orientação sexual. Muitos colegas na Apple sabem que eu sou gay, e isso não parece fazer diferença no modo como eles me tratam”, contou Cook.

Não querendo desmerecer a mérito e a importância do CEO de uma das maiores empresas do mundo revelar que é gay, mas na verdade o que ele conta em seguida faz tudo ter mais sentido, e adiciona inclusive uma dose de polêmica. “Eu tenho orgulho de ser gay e considero ser gay um dos maiores dons que Deus me deu”, afirmou. “Ser gay me deu uma entendimento mais profundo do que significa ser minoria e abre uma janela que mostra os desafios que pessoas de outras minorias têm de enfrentar todo dia”, escreve.

Pessoalmente não acho o "ser gay" motivo de orgulho, até porque isso não me faz superior e nem melhor do que ninguem, mas entendo e respeito a afirmação de Tim, mas o mais polêmico vem ao o unir numa frase as palavras "gay" + "Deus" fazendo isso de um ponto de vista positivo; isso que pode mexer com os brios de muitos cristãos conservadores.

Talvez tenha sido essa a intenção de Tim, partindo do significado da palavra "dom" da forma como ela é usada e citada na bíblia é quase mecânico imaginar um evangélico, por exemplo, se roendo por dentro depois de ler uma declaração dessa, afinal, ser gay é um motivo para condenar alguém para o inferno [do ponto de vista deles] e não um "dom", ou seja, um presente de Deus.

Nem quero me estender no tema, mas respeito e admiro o CEO da Apple pela coragem em usar essas palavras para se auto afirmar e claro, incentivar vários outros gays ao redor do mundo a fazerem o mesmo, ou simplesmente a se ama e aceitar com carinho sua própria sexualidade.

ARRAZÔ TIM! 
A GENTE SÓ PODIA ESPERAR MUITOS BABADOS VINDO DE UMA PESSOA QUE TEM "COOK" NO NOME.

Cartoon Network exibe casal gay em desenho animado


A gente sabe que há toneladas de personagens gays em desenhos animados, mesmo que nenhum deles seja diretamente direcionado as crianças. Os Smiths tem vizinhos gays no desenho "American Dad" e em "South Park" temos o Big Gay Al ~ gente, eu adoro esse desenho ~ mas esses são desenhos destinados para adultos.

Claro que também há gays nos desenhos infantis, porém eles estão devidamente camuflados. Basta olhar para os desenhos da Disney para ter a certeza disso, vejamos os casos de Ursula de "A pequena Sereia", Jafar o vilão pintosíssimo de Alladin, Scar o tio de Simba em "Rei Leão" e mais uma lista imensa que nem vale a pena citar aqui. Deixa só eu dizer que acho que a Elza de "Frozen" cola um velcro. Obrigado!

Recentemente o canal infantil Cartoon Network exibiu um episódio do desenho "Clarence - O Otimista" onde aparece, ainda que breve e sutilmente, um casal de gays e talvez essa seja a primeira vez que isso acontesa de maneira tão aberta. Eles não chegam a ser personagens, mas servem de plano de fundo para uma piada, meio cansada, mas talvez válida para o contexto.

Na cena uma mulher está em uma restaurante para um encontro as cegas, até que um homem bonito entra pela porta. A moça se anima e pensa que aquele é o seu "namoradinho", mas na verdade o moço logo é recebido pelo seu namorado que o esperava no restaurante.

Tudo bem que chega ser insignificante a aparição deles, mas pela primeira vez um casal gay aparece de forma tão explicita num desenho, e não são tratados como gays, apenas como pessoas normais.

Palmas para a Cartoon Network!


Chile vai distribuir em escolas públicas livro sobre familia formada por casais homos



Em 2015, as crianças chilenas conhecerão a história de Nicolás, um menino que vive em uma família formada por um casal homossexual. Ele mora com os dois pais, Sebastián e Pablo, embora também passe alguns fins de semana com Clara, a mãe biológica. Florencia, a melhor amiga no colégio, não entendia a família de Nicolás, mas, com o tempo, a aceitou, e eles passaram a frequentar a casa um do outro.

Assim é o conto “Nicolás Tiene Dos Papás” (“Nicolás Tem Dois Papais”, com texto de Leslie Nicholls e ilustrações de Roberto Armijo), um livro infantil criado por iniciativa do Movilh (Movimento pela Integração e Liberação Homossexual) e patrocinado pelo governo chileno. A publicação será distribuída gratuitamente e fará parte do currículo do ensino infantil e fundamental públicos do Chile no ano que vem. As instituições particulares que quiserem também podem solicitá-la de forma gratuita.

A história de Nicolás é apenas a primeira de uma série de contos infantis com temas de diversidade sexual que serão lançados nos próximos meses, também com patrocínio estatal e distribuição gratuita.
A cerimônia de lançamento do livro contou uma versão teatral da história, por conta da companhia “La Negra María”, que também fará a apresentação do livro em escolas da capital chilena, nos próximos dias. Segundo o porta-voz do Movilh, Óscar Rementería, existe um projeto de levar a história de Nicolás a uma linguagem audiovisual. “Não sabemos ainda se um filme comum ou de animação, mas tudo vai depender do sucesso do livro”, diz.

Protesto

Um pouco antes do encerramento do evento, uma mulher (que não quis se identificar, mas disse falar em nome da comunidade evangélica chilena) entrou no auditório onde acontecia a solenidade acusando a iniciativa de discriminar aqueles que pregam “o respeito à Bíblia”.

“Como posso ensinar ao meu filho que ele também merece respeito por acreditar na palavra de Deus, se somente quem pensa diferente dele tem apoio do governo?”, questionou a mulher, que se surpreendeu ao ter seu discurso aplaudido pelos presentes. Durante as palmas, um representante do Movilh se aproximou e lhe ofereceu um livro, que ela aceitou, antes de deixar o recinto.

Minutos antes dessa intervenção, Rafael Dochao, embaixador da União Europeia no Chile, também relatou que, devido ao apoio do organismo à iniciativa chilena, recebeu mais de 600 mensagens de protesto em menos de uma semana.

A principal acusação dos que se opõem ao livro é a de que ele seria uma forma de “propaganda para as crianças” sobre orientação sexual, argumento que é rechaçado pelo presidente do Movilh, Ramón Gómez. “O livro visa contribuir para formar uma geração que tenha outra visão sobre as famílias formadas por casais homossexuais e defende o respeito pelas diferentes formas de família. Ele não trata da questão sexual. Por isso, é difícil entender esse tipo de reação”, comentou.
Em 2011, o governo do Brasil suspendeu a divulgação de um kit anti-homofobia nas escolas após pressão da bancada evangélica no Congresso Nacional. O material era composto por vídeos, cartazes e um caderno para professores com o objetivo de tratar o tema do preconceito contra pessoas homossexuais e transsexuais no ensino público.

Suzane Von Richthofen casa com outra mulher na prisão


Tava linda de boa zoando no "feicebuqui" quando dou de cara com a notícia de que Suzane Von Richthofen está casada, isso mesmo bee's, aquela gatinha que matou os pais com a ajuda do namorado cafuçu para ficar com a herança, mas acabou presa e com metade do país morrendo de ódio dela, agora é casada ~ COM OUTRA MULHER!

A moça que foi condenada  a 38 anos e seis meses de prisão se casou com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão por sequestrar uma empresária. Daí quando você pensa que é só um caso de amor entre duas gatinhas detentas, você descobre que Sandra era casada com Elize Matsunada, presa pela morte do marido, Marcos Matsunaga, em junho de 2012 ~ eu tô des.ma.i.a.da.

Na verdade o babado é quase uma novela mexicana, já que boatos apontam que o relacionamento de Sandra com Elize Matsunada acabou justamente por causa de Suzana. 
As duas agora dormem na mesma cela e assinaram um termo de reconhecimento de relacionamento afetivo, que funciona meio que como uma certidão de casamento válida dentro do presídio.


Leonardo e Xana viram 'héteros' em "Império"


Aguinaldo como sempre sambando na cara de meio mundo, só que as vezes nem sempre no sentido que pensamos. Gay assumido, o autor causou tumulto com o anuncio de quatro personagens gays em sua novela "Império", alguns meses depois do início da trama, é com grande presar que informamos que dois deles "se tornarão" héteros.

Leonardo, ex-amante de Cláudio, e interpretado pelo lindo do Kleber Toledo já foi para a cama com Amanda (Adriana Birolli), e a espalhafatosa Xana Summer vai se revelar hetero, do tipo de "come pepecas" e até se casará com Naná (Viviane Araújo).


Alguns ativistas acusam o autor de promover a "cura gay", outros acham apenas que ele esta explorando o tema da bissexualidade. Sendo uma coisa ou outra o fato é que como pessoas todos temos nossa sexualidade e que vive em constante descoberta, mas contextualizando com o momento atual da sociedade brasileira e a luta da comunidade gay pela igualdade de direitos e respeito, os episódios não vem nada a calhar e não ajudam em nada.

Agora é torcer para nenhuma amiga sua chegar dando em cima de você, dizendo que se o Leonardo da novela "mudou de lado", você também pode mudar ~ brasileiro tem essa mania de discutir sociologia, filosofia e psicologia tomando por parâmetros o que vê na novela. Credo!

Vaticano investiga denúncias de padres que aparecem nus em fotos de sites gays na Itália

Bispo Mario Oliveri, de 70 anos, deve ser substituído de diocese de onde partiram as denúncias

Mais um escândalo sexual pode abalar as estruturas da Igreja Católica. Desta vez trata-se de uma diocese na região de Liguria, no Norte da Itália, de onde chegaram denúncias de padres que postam fotos nuas na internet, fazem “bico” como barman e cometem assédio a fieis. O caso chocou a cúpula do Vaticano a tal ponto que o Papa Francisco enviou nesta semana um “administrador católico” para investigar as acusações.

A diocese de Albenga-Imperia já foi descrita por um jornal italiano como a “mais fofocada da Itália”. Ela é comandada há mais de 25 anos por Dom Mario Oliveri, de 70 anos, conhecido até então pelo seu conservadorismo religioso. De acordo com o periódico Il Secolo XIX, o bispo deve ser substituído nos próximos dias.

As primeiras denúncias chegaram a Roma pelos próprios fieis, chocados com os abusos. Uma delas, a médica Luisa Bonello, chegou a escrever uma carta a Francisco em fevereiro deste ano. Ela cometeu suicídio no mês passado.

Os relatos dão conta de padres “playboys” que postam fotos deles mesmos nus em sites gays, vivem com parceiros, trabalham nas horas vagas como barman, fazem tatuagens, desviam verbas das paróquias e cometem assédio sexual a fieis. Tudo debaixo do nariz de Oliveri, que apesar de não ter sido acusado de qualquer envolvimento, foi criticado por recrutar religiosos dentre alunos expulsos por má conduta em seminários de Liguria.

Padre Luciano Massafero, condenado pelo abuso sexual de um coroinha

Padre Luciano Massaferro, por exemplo, foi condenado a quase oito anos de prisão após ser declarado culpado de abusar sexualmente de um coroinha. Ele havia sido vigorosamente defendido pelo bispo.

Interpelado sobre as denúncias pelo jornal La Repubblica, Oliveri se negou a dar explicações:

- Eu não quero falar sobre isso. Este não é o momento certo – afirmou.

A Santa Sé também não quis comentar sobre uma investigação em curso e informou apenas que divulgará um comunicado ao final das investigações.

Desde que foi eleito em março de 2013, o Papa Francisco mostrou que ele tem pouca paciência para figuras importantes dentro da Igreja que transgridem. Em março deste ano, por exemplo, o pontífice argentino destituiu o bispo alemão Franz-Peter Tebartz-van Elst, depois de descobrir que ele tinha desviado € 31 milhões (cerca de R$ 90 milhões) de fundos da Igreja em sua própria residência na diocese de Limburg.

Em julho, em um movimento sem precedentes sancionado por um Papa, um arcebispo católico e ex-embaixador da Santa Sé foi destituído após ser condenado por abusar sexualmente de adolescentes, fazendo-o a figura de mais alto escalão do Vaticano para ser punido por tal crime. O arcebispo Jozef Wesolowski, antigo núncio do Vaticano para a República Dominicana, foi considerado culpado por abuso sexual pela Congregação do Vaticano para a Doutrina da Fé, órgão herdeiro da antiga Inquisição.

Ele está agora sob prisão domiciliar, enquanto aguarda o resultado de um processo penal lançado pelas autoridades judiciais do Vaticano. O julgamento perante um tribunal do Vaticano deve ocorrer no início do ano que vem, e se for condenado, Wesolowski pode pegar até sete anos de prisão.

Senador americano pede o companheiro em casamento durante discurso


Na última terça-feira (07/10), foi derrubado pelo Tribunal de Apelações dos Estados Unidos, a lei que proibia o casamento entre pessoas do mesmo sexo nos estados de Nevada e Idaho. Mas algo que não estava sendo esperado, chamou a atenção de todos presentes no evento público que celebrava a decisão. O senador norte-americano Kelvin Atkinson, que é assumidamente gay, pediu em casamento o seu companheiro Sherwood Howard!

Com um discurso emocionante, o senador propôs o seu parceiro ali mesmo, na frente de todo mundo. “Você é a pessoa que eu mais confio, para estar lá comigo, para estar lá por mim, para ser o meu confidente, para ser meu amigo e meu companheiro. Então eu digo na frente de todos: você quer casar comigo?!”, disse Kelvin. Surpreso, Sherwood aceitou o pedido e o casal se abraçou e se beijou no púlpito, com aplausos de todos que assistiam ao momento.


Via: Pheeno

Frei Betto questiona se Deus é gay e elogia Papa Francisco


Não sou católico e nem sei quem é Frei Betto, mas ele deve ser alguém muito importante, já que além de religioso e escritor ele tem uma coluna no O Globo.
E foi ele que como religioso ele publicou um dos textos mais dignos que eu já lí na vida.

Em sua coluna de hoje, 23, Frei Betto comenta sobre a perseguição da igreja para com os gays e comenta e elogia o avanço do tema graças ao Papa Francisco que segundo ele ousou “se erguer contra o cinismo dos que se arvoram em ‘atirar a primeira pedra’”.

Frei Betto diz ainda que é preciso reler os evangelhos pela óptica gay e feminista, já que durante mais de dois mil anos ele já foi lido sob a ótica judaica, aramaica, pagã e outras, deixando transparecer a necessidade de uma nova interpretação dos textos bíblicos.

Em seu texto Frei Betto foi além e comentou sobre a presença de gays dentro da igreja católica: “Quem, como eu, transita há décadas na esfera eclesiástica sabe que é significativo o número de gays entre seminaristas, padres e bispos. Por que não gozarem, no seio da Igreja, do mesmo direito dos heterossexuais de se assumir como tal? Devem permanecer “no armário”, vitimizados pela Igreja e, supostamente, por Deus, por culpa que não têm?”, questiona Frei Betto.

*******************************

É admirável ver um religioso tomando tal postura sobre um tema que até então era tabu dentro da igreja, e comentando sobre episódios que sempre foram escondidos debaixo do tapete. É visível a mudança da igreja católica graças a visão humanizada do Papa Francisco. Ainda acho que é uma questão de tempo até os dogmas da igreja serem totalmente inclusivos, alimentando assim o desejo de muitos gays: o de ter certeza que deus os ama.

Tom Daley diz que é fã do corpo do Zac Efron ~ a gente também


Tom Daley é gente como a gente, e como todo gay que se preza ele paga pau para o corpo do Zac Efron. A revelação foi durante uma entrevista para a revista Attitude, em que ele é a capa como o "Homem do Ano".

Primeiro questionaram sobra qual o ator favorito do nadador assumidamente gay, e advinha quem ele respondeu?! “Normalmente eu não assisto muito filmes, então sou péssimo com nomes de atores. Mas eu acho que seria Zac Efron em ‘Vizinhos'”, afirmou.

Depois foi a hora de dizer qual famoso ele considera dono de um corpo perfeito ele respondeu sem pensar duas vezes. “Eu acho que Zac Efron tem um ótimo corpo! Eu vejo um padrão surgindo aqui… [risos]“.  A gente não sabe se o namorado de Tom, o roteirista Dustin Lance Black, ficou com ciúmes, mas a gente dá toda força e concorda em gênero, número e grau com o moço.

Zac é gostoso sim, e a gente também paga pau para ele ~ aliás, os dois são uma delícia.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...